; //]]>

02/09/2016

[RESENHA] O Que Aprendi Com o Amor - Francélia Pereira


    Essa foi a minha primeira leitura desse mês de setembro, para vocês verem como pode ser uma leitura rápida e confortável!

SINOPSE: O amor sempre foi um sentimento inspirador, um sentimento que nos faz sorrir de pura felicidade, quando correspondido; e que nos joga na mais profunda tristeza, quando desprezado.
   Nesse pequeno livro, que mistura verso e prosa, Francélia Pereira tenta registrar um pouco de tudo que aprendeu na companhia desse sentimento tão incompreendido por nós, o Amor!
Autora: Francélia Pereira Gênero: Poesia, Prosa Páginas: 69 Ano: 2016
Adquiria o livro: franceliacp@gmail.com

    O livro começa com 17 versos e termina com 4 prosas. É o primeiro livro que eu leio desse gênero, já que me dou melhor com textos e crônicas, então foi interessante começar uma leitura diferente. Todas as prosas e versos falam sobre o amor, porém, durante a minha leitura eu percebi que os sentimentos são de um coração machucado, falando sobre decepções e um coração que ama, mas não é amado. Como resultado disso, é como uma pessoa que foi machucada emocionalmente e passa a não acreditar no amor ou algo do tipo.

Minha poesia é tristePois não tem mais o seu amorMinha poesia só existePorque ainda resta essa dor.” - Versos ao Te Ver Partir

Como podem ver nas fotos as páginas são brancas e possuem algumas ilustrações. Eu amei a capa! Achei tão simples e caprichada, sem contar nos tons de roxo e rosa.  As letras são bem confortáveis de ler, por ser um livro fino a leitura fica ainda mais confortável porque você pode segurá-lo sem cansar e ainda fica mais fácil de passar as folhas. Confesso que eu tenho um pouco de dificuldade com algumas poesias na hora da leitura, mas esse livro foi mais fácil e eu até notei algumas metáforas.

É super bacana quando o leitor se identifica com os sentimentos e situações, o que não foi o meu caso, mas pode te sido o de outros leitores. No fim do livro, no posfácio, a um pequeno texto falando sobre o “amor” e o “desejo”, e eu separei uma citação que pode me ajudar em minha (opinião) resenha: “Jamais podemos nos apoiar no amor para viver.” Acredito que a melhor coisa que existe na Terra é o amor. A única coisa que impede que os seres humanos se destruam de vez.


Por mais que uma pessoa seja ou esteja machucada pelo que ela sente, eu não vejo as pessoas não se apoiando nesse sentimento. Não é o amor que machuca as pessoas e sim a falta dele. Não é quem ama que se machuca, mas sim aqueles que não conseguem compartilhar desse sentimento: eles machucam as outras pessoas.

Poesias, poemas, prosas, versos, são interpretadas de formas parecidas, porém pode conter opiniões diferentes a cada leitor. Então recomendo que você leia e desfrute de todo o conteúdo do livro e tire suas próprias conclusões.

Ah, teve dois versos que eu gostei bastante, Enquanto o Tempo Passa e Bela Canção. Você também não precisa ler todo o livro de uma vez e/ou na ordem. O que deixa a leitura ainda mais animada. :D


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário